Cantinho de uma mente perturbada...: Janeiro 2015

Cantinho de uma mente perturbada...

Minha foto
Nome:



[[[[CRONCH!]]]]


Culture Rangers Revolutions - EU SOU O RANGER AZUL!!!

Escrevinhadores - Crônicas do Cotidiano
Orkut
MySpace
MySpace Music (EM CONSTRUÇÃO)

Powered by Blogger

sábado, janeiro 24, 2015

Eu não sei, exatamente, em que ponto da estrada foi que eu me perdi de mim. O que eu sei é que eu não consigo, mais, me encontrar. E será que vale a pena o esforço? Eu não lembro de alguma vez ter realmente gostado de qualquer versão do ser que eu fui - incluindo a atual - e já perdi a esperança na vida, mesmo...
A grande questão talvez seja "o que fazer", então, já que tudo o que parece ter restado foi esperar o fim, mas este fim parece que não chegará tão cedo.
Passei muito tempo me negligenciando para fazer outr@s felizes. Não deu certo. Resolvi focar em mim. Os resultados foram ainda piores. Tentei seguir as regras do "Cotidiano do Cidadão Comum", e essa parece ter sido a pá de cal sobre meu ID, meu Ego e meu Superego - não sou feliz nesta vida e não consigo enxergar outra forma.
Me acostumei a dar com a cara nas portas que me interessam e bater, bater, bater... Eu não quero, mais, bater. Queria que, ao menos uma vez, me atendessem de bom grado, me deixassem entrar "de boa". As portas e janelas que se abrem para mim são as que eu não quero, e sinto que não posso, mais, ficar simplesmente entrando apenas para não ficar "parado na vida e no tempo". Quero ter o direito de ao menos uma vez realizar meus sonhos ao invés desta permanente condenação a ficar feliz apenas pela realização dos sonhos alheios.

domingo, janeiro 18, 2015

Não é engraçado apontar alguém como uma pessoa reprimida e sem personalidade e, na primeira demonstração da existência de personalidade, você mesm@ corta o clima da criatura, interrompendo e recriminando? Ah, contra-senso e ironia... you're such a bitch!... Alguém deveria nos ensinar que o desinteresse expresso são as maiores formas de castração de uma pessoa.