Cantinho de uma mente perturbada...: Outubro 2010

Cantinho de uma mente perturbada...

Minha foto
Nome:



[[[[CRONCH!]]]]


Culture Rangers Revolutions - EU SOU O RANGER AZUL!!!

Escrevinhadores - Crônicas do Cotidiano
Orkut
MySpace
MySpace Music (EM CONSTRUÇÃO)

Powered by Blogger

domingo, outubro 24, 2010

Sobre presentes de casamento...

Ontem à noite, fui a um casamento. Filha de um grande amigo do meu velho - tanto que o chamou pra ser padrinho. Mas como ele se treme todinho (coisa de velho), preferiu nem passar pelo caminho ao altar e se intitulou "padrinho do coração" (aham...).
Como o velho não é nada dado a fazer compras nem pra ele, me botou pra ir comprar o presente no lugar dele. OK, olhemos as listas... fiquei impressionado com a especificidade das coisas que ela queria - modelos e marcar bastante específicos, só faltava ter o preço na lista, também. Mais impressionado ainda fiquei ao ver que a lista ia além de utensílios e eletrodomésticos básicos. Ela chegou às raias de pedir móveis e até câmera fotográfica, home theater (que foi o que meu velho deu - afinal, ele é um "padrinho do coração"...) e "doações para a lua-de-mel". Existe isso? Pois é, existe.
Uma graça é meu velho - se fosse outra pessoa, ele teria esculhambado até a quinta geração, mas como é a filha de um grande amigo, ele ficou pisando em ovos e tentando dar razão aos nubentes (dois pesos, duas medidas). Mas como eu sou imparcial nesse tipo de questão e aponto, mesmo (eu não presto, vocês já devem saber disso), soltei o verbo - em casa, porque fui impedido de falar sobre o assunto na festa, ontem (verdade seja dita, né?).
É comum que se presenteie um casal em seu casamento. É de bom tom, também, uma vez que, embora "quem casa, quer casa", são poucos aqueles que realmente têm cacife pra conseguir uma casa completamente mobiliada e aparelhada de cara. Mas ainda assim, uma certa dose de bom senso se faz extremamente necessária.
Meu velho chegou a citar Eike Batista pra alegar que "existem padrinhos que dão um apartamento pros noivos". Certo, ótimo pros noivos. Mas sejamos francos: quem, aqui, conhece Eike Batista e o convidou pra ser padrinho do seu casamento? Podem levantar a mão!
.....
....
...
..
.
(foi o que eu pensei)
Bem, é certo que padrinhos devem, realmente, dar presentes que se considerem "melhores" (leiam MAIS CAROS), podendo até ser um móvel ou um home theater (como foi o caso), mas tal tipo de presente implicaria em uma conversa franca e a sós com os noivos. Deixar isso estipulado na lista de presentes (que é listada a todos os convidados, sem distinção) é de puro mau gosto.
Em uma conversa com uma amiga casada, ela me explicou que o MÁXIMO que se deve por é, mesmo, em eletrodomésticos para cozinha - no tamanho (e preço) máximo, uma geladeira e um freezer (e, ainda assim, deve-se pensar bastante antes de pô-los). Faz sentido. Ainda posso pensar em não estipular a marca e o modelo com tanta exatidão. Apenas a cor já bastaria.
Algumas lojas de bric-a-brac e de prataria, hoje em dia, seguem com modelos pré-determinados porque os noivos escolhem o que querem e catalogam ali, na hora. Mas magazines e lojas de eletros não o fazem (será que é aqui que se iniciará a onda?)
Depois dessa, vou pensar bem se me chamarem pra padrinho de casamento... Pelo visto, ser padrinho de criança sai bem mais barato em curto prazo.
E quanto a vocês? Já foram padrinhos? Estão pensando em suas listas de casamento? Dividam seus pensamentos aí, nos comentários! ;-)